Destaques

Líderes da área de Relações Externas da Shell visitam o Projeto Quipea na Comunidade Quilombola de Baía Formosa - Armação dos Búzios

15/04/2019

1/4
Please reload

Maratona de reuniões prepara as comunidades para o II Encontro Regional

06/22/2015

 

Respeito as nossas origens e integração das comunidades tem sido as grandes marcas do QUIPEA no encerramento de sua segunda fase.  Nos últimos três meses a rotina do projeto e das 20 comunidades nele envolvidas foi de dedicação e trabalho.  Na preparação para o II Encontro Regional do QUIPEA, sete grandes reuniões foram realizadas e nelas foram discutidos e aplicados os eixos temáticos que vão nortear o projeto nesta nova etapa a partir de julho. Feitas justamente em territórios que fazem parte das comunidades, as Reuniões Preparatórias são resultado de extensos avanços no processo de articulação e autonomia dos quilombos.   

 

 

Considerando sempre a maneira de fazer, pensar, sentir e crer cada comunidade e com objetivo de socializar e elevar o direito de escolha dos quilombolas sobre seu próprio território, as Reuniões Preparatórias começaram no mês de abril. Baseadas nos Eixos Temáticos previamente aprovados pela Comissão Articuladora das Comunidades do QUIPEA, as reuniões tiveram cerca de 60 pessoas cada uma e suas questões geradas foram levadas ao || Encontro Regional do projeto.  

 

Com a presença de alguns oficineiros que eram membros das próprias comunidades quilombolas, as reuniões puderam aumentar o diálogo e participação coletiva daqueles que detêm o território em questão. Com estilo e linguajar mais integrado as próprias comunidades, as Preparatórias representaram um momento inédito de autonomia, empoderamento e poder de decisão dos Quilombolas no QUIPEA.   

 

"Se no início do projeto era necessário a presença de pessoas de fora conduzindo as oficinas, dessa vez fomos nós mesmos, que estamos no calor da batalha e falando para nossos próprios companheiros de comunidade e compartilhando um pouco de nossa experiência e conhecimento",  contou Marta Costa, pedagoga e titular da comunidade Rasa, que foi oficineira do eixo de Educação e Formação.  

 

  

 

 

Respeito aos donos da terra e integração das comunidades foram as grandes marcas do QUIPEA no encerramento de sua segunda fase.  Nos últimos três meses a rotina do projeto e das vinte comunidades nele envolvidas foi de dedicação de trabalho.  Na preparação para o II Encontro Regional Quilombola, sete grandes reuniões foram realizadas e nelas foram discutidos e aplicados os eixos temáticos que vão nortear o programa nesta nova etapa a partir de julho. Feitas justamente em territórios que fazem parte das comunidades, as Reuniões Preparatórias são resultado de extensos avanços no processo de articulação e autonomia dos quilombos.   

 

 

Considerando sempre a maneira de fazer, pensar, sentir e crer cada comunidade e com objetivo de socializar e elevar o direito de escolha dos quilombolas sobre seu próprio território, as Reuniões Preparatórias começaram no mês de abril. Baseadas nos Eixos Temáticos previamente aprovados pela Comissão Articuladora das Comunidades do QUIPEA, as reuniões tiveram cerca de 60 pessoas cada uma e suas questões geradas foram levadas ao || Encontro Regional do QUIPEA.  

 

 

Com a presença de oficineiros que eram membros das próprias comunidades quilombolas, as reuniões puderam aumentar o diálogo e participação coletiva daqueles que detêm o território em questão. Com estilo e linguajar mais integrado as próprias comunidades, as Preparatórias representaram um momento inédito de autonomia, empoderamento e liberdade de decisão dos Quilombolas no QUIPEA.   

 

"Se no início do projeto era necessário a presença de pessoas de fora conduzindo as oficinas, dessa vez fomos nós mesmos, que estamos no calor da batalha e falando para nossos próprios companheiros de comunidade e compartilhando um pouco de nossa experiência e conhecimento",  contou Marta Costa, pedagoga e titular da comunidade Rasa, que foi oficineira do eixo de Educação e Formação.  

 

 

Os Eixos Temáticos

 

As sete Reuniões Preparatórias respeitaram exatamente os eixos de Educação e Formação/Etnosaberes, Território, Patrimônio Cultural/Ancestralidade,  Articulação com o Movimento Social e Políticas Públicas, Emancipação e Etnodesenvolvimento, e finalmente Genero e geração.   Desde o início do ano, as preparatorias vinham sendo concebidas num trabalho com a Comissão articuladora e empresa executora.  Se na primeira fase do QUIPEA o plano de trabalho foi traçado e as comunidade Quilombolas atendidas pelo projeto passaram a se integrar e se conhecer melhor, agora é com o trabalho coletivo delas que o empoderamento força conjunta tem ajudado o QUIPEA a seguir mais forte preservando as raízes de todos nós. 
 

 

"Estamos encerrando esta segunda fase do projeto, mas vemos que a linguagem de todas as comunidades é uma só. Acho que o resultado bom foi este, todo mundo ter o mesmo entendimento e saber o que queremos, o que vamos buscar e o que esperamos para esta terceira fase do projeto que vem aí'', concluiu Lamiel Barreto, Presidente da Associação Quilombola de Maria Romara e oficineiro do Eixo Território durante as Reuniões Preparatórias. Lamiel também reforçou a importância da parceria com a Shell na luta por uma comunidade Quilombola mais forte e resistente.

Please reload

  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon

OPERADOR:

ÓRGÃO LICENCIADOR:

A realização do QUIPEA é uma medida mitigadora exigida pelo Licenciamento Ambiental Federal conduzido pelo IBAMA.