Destaques

Líderes da área de Relações Externas da Shell visitam o Projeto Quipea na Comunidade Quilombola de Baía Formosa - Armação dos Búzios

15/04/2019

1/4
Please reload

II Evento Cultural Quilombola traz olhares do movimento quilombola para a Fazenda Machadinha

12/26/2014

 

Animado pelo som do berimbau, os desafios de jongo e as mais diversas apresentações da cultura negra, o 2º Evento Cultural Quilombola, realizado nos últimos 16 e 17 de agosto, na Comunidade Fazenda Machadinha, em Quissamã, no Norte do Rio de Janeiro, reuniu, em uma densa programação cultural e de debates, representantes das 20 comunidades que participam do QUIPEA (Quilombos no Projeto de Educação Ambiental), de instituições ligadas ao movimento quilombola e do poder público.

 

Ao todo, entre quilombolas convidados e visitantes, mais de 1500 pessoas circularam pelo campo de Machadinha durante os dois dias do evento, que teve como tema "Identidade Cultural e Território Quilombola". Dentro dessa temática, mais do que trocar experiências culturais e sociais sobre as comunidades onde vivem, os participantes puderam aproveitar a ocasião para trazer os olhares do movimento quilombola para a realidade das cinco comunidades quilombolas existentes em Quissamã: Santa Luzia, Bacurau, Boa Vista, Mutum e Machadinha.

 

Mesa Redonda

 

O 2º Evento Cultural foi aberto às 15 horas do sábado com uma visita guiada por Machadinha. Na sequência foi realizada a Mesa Redonda sobre os “direitos e deveres na ocupação do território quilombola de Machadinha”, com o objetivo de democratizar o conhecimento sobre esse importante espaço histórico e cultural, seu uso e as políticas públicas de interesse dessas comunidades quilombolas.

 

Participaram da Mesa representantes do Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (INEPAC), da Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (CONAQ), do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional  (IPHAN), da Coordenadoria de Cultura e Turismo de Quissamã, da Empresa Pública Municipal de Habitação de Quissamã e da Secretaria de Cultura de Quissamã. Também participaram lideranças e comunitários das comunidades quilombolas de Quissamã, além dos presidentes de todas as associações quilombolas onde o QUIPEA atua e de representantes quilombolas da Comissão Articuladora que fiscaliza o projeto.

 

Ao final da Mesa Redonda, foi formulado um documento com encaminhamentos que nortearão os próximos passos das comunidades de Quissamã nas discussões sobre políticas para os quilombolas.

 

Manifestações

 

No dia 17, foi a vez das 20 comunidades quilombolas participantes do QUIPEA apresentaram suas manifestações culturais. Foram grupos de música, rodas de jongo, artesanato, teatro, apresentações de quadrilha, batuque e ciranda, além da mostra de comidas típicas, como cocada, biscoitos e beiju. Também houve contação de história, oficinas de tambor e trançados e teatro de fantoches para crianças.

 

Carivaldina Oliveira da Costa, a Dona Uia, uma das contadoras de história, comemorou o sucesso do evento. "É muito bom ver o evento desse ano crescendo esse tanto e a presença de tantas pessoas mais jovens, ouvindo nossa história e valorizando nossa cultura do quilombo. Fico muito feliz mesmo com mais essa reunião das nossas comunidades", disse.

 

 

CONFIRA AS FOTOS

Please reload

  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon

OPERADOR:

ÓRGÃO LICENCIADOR:

A realização do QUIPEA é uma medida mitigadora exigida pelo Licenciamento Ambiental Federal conduzido pelo IBAMA.